Childstories.org Logo
Menu
Childstories.org Logo
  • 1
  • Contos bonitas
    para crianças
  • 2
  • Ordenado por
    tempo de leitura
  • 3
  • Perfeito para
    ler em voz alta
Pássaro-achado
Grimm Märchen

Pássaro-achado - Contos de fadas dos Irmãos Grimm

Tempo de leitura para crianças: 6 min

Houve, uma vez, um guarda-florestal, que foi caçar na floresta e, ao penetrar nela, ouviu choro de criança pequena. Seguiu em direção de onde vinha o choro e foi dar ao pé de uma grande árvore, em cima da qual, deitada nos galhos, estava uma criancinha. A mãe havia adormecido debaixo da árvore com o filhinho no colo e uma ave de rapina, avistando-o, desceu voando, agarrou-o com o bico e levou-o para o alto da árvore. O guarda-florestal trepou na árvore e foi buscá-lo, e pensava: levá-lo-ás para casa e o criarás juntamente com a tua Leninha.“ Levou-o para casa e as duas crianças cresceram juntas. O menino que havia encontrado sobre a, árvore, e que fora roubado por uma ave de rapina, foi chamado Pássaro-achado. Pássaro-achado e Leninha amavam-se tanto e tanto, que se os separassem, cairiam na maior tristeza. O guarda-florestal, porém, tinha uma velha cozinheira, a qual, uma tarde, pegou dois baldes e começou a baldear água; não uma vez, mais muitas vezes foi buscá-la na fonte, e Leninha, vendo isso, perguntou-lhe:

– Escuta aqui, velha Sana, para que trazes tanta água? – Se não o contares a ninguém, eu te direi por que. Lena prometeu não contar a ninguém e. então a cozinheira disse:

– Amanhã cedo, quando o guarda-florestal sair para caçar, ponho a ferver a água; quando estiver fervendo jogarei dentro Pássaro-achado para cozinhar. Na manhã seguinte, o guarda-florestal levantou-se bem cedo e foi caçar; já tinha saído e as crianças ainda estavam na cama. Leninha então disse, em voz baixa, a Pássaro-achado:

– Se não me abandonares, eu também não te abandonarei. – Nunca, jamais, – disse baixinho Pássaro-achado. Então Leninha disse-lhe:

– Quero contar-te que, ontem à tarde, a velha Sana estava carregando água para dentro, muitos baldes de água; então, perguntei-lhe para que era; ela respondeu-me que mo diria se eu não o repetisse a ninguém; prometi-Ihe que não o repetiria a ninguém; então ela disse que, no dia seguinte, quando nosso pai fosse caçar, poria a água a ferver no tacho; quando estivesse fervendo, jogar-te-ia dentro para cozinhar-te. Levantemo-nos depressa, fujamos daqui. As duas crianças levantaram-se, vestiram-se rapidamente e fugiram. Assim que a água começou a ferver, a cozinheira foi ao quarto buscar Pássaro-achado para jogá-lo no tacho. Mas, aproximando-se das camas, viu que as crianças já não estavam lá; então ficou com medo e disse de si para si: „O que direi ao guarda-florestal quando ele voltar e não encontrar mais as crianças? Depressa, depressa, é preciso correr atrás delas e apanhá-las!“

A cozinheira mandou que três criados fossem correndo em busca das crianças. Mas estas estavam sentadas à orla da floresta e, quando viram os criados que se aproximavam correndo, Leninha disse a Pássaro-achado:

– Se não me abandonares, eu também não te abandonarei. – Nunca, jamais, – disse Pássaro-achado. Leninha, então, disse-lhe:

– Transformemo-nos, tu em roseira e eu em uma rosinha. Quando os três criados chegaram perto da floresta, não viram ninguém, nem sombra de menino, apenas uma roseira com uma rosinha e foram contar à cozinheira; esta ralhou com eles dizendo:

– Tolos, ingênuos, devíeis ter cortado a roseira, colher a rosa e trazê-la para casa; voltai depressa, ide buscá-la. E, pela segunda vez, os criados tiveram que ir até à orla da floresta em busca dos meninos. Mas os meninos viram-nos de longe e Leninha disse:

– Se não me abandonares, eu também não te abandonarei. – Nunca, jamais, – disse Pássaro-achado. – Transformemo-nos, – disse Leninha, – tu em igreja e eu em lampadário. Quando os três criados chegaram, não viram mais nada a não ser uma igreja com o lampadário dentro dela. Perguntaram uns aos outros:

– Que podemos fazer? É melhor voltar para casa. Chegando em casa, a cozinheira perguntou-lhes se
haviam encontrado alguma coisa; eles explicaram nada ter encontrado senão uma igreja e dentro dela um lampadário. – Tolos, – gritou muito zangada a cozinheira, – por quê não demolistes a igreja e não trouxeste aqui o lampadário? A velha, então, resolveu ir com os três criados. Mas os meninos viram de longe os criados, atrás dos quais tropegava a cozinheira. Leninha disse:

– Pássaro-achado, se não me abandonares, eu também não te abandonarei. – Nunca, jamais, – respondeu ele. – Torna-te um lago e eu uma patinha dentro dele. A cozinheira chegou, viu o lago e, deitada na margem dele, queria bebê-lo todo. Mas a patinha veio nadando depressa, com o bico puxou-a pelos cabelos para dentro da água e a velha bruxa morreu afogada. As crianças, então, voltaram alegres e contentes para casa e, se não morreram, ainda estão felizes.

Leia outro conto de fadas curto (5 min)

Informação para análise científica


Estatísticas de contos de fadas
Valor
NúmeroKHM 51
Aarne-Thompson-Uther ÍndiceATU Typ 313
Traduções english deutsch
Índice de legibilidade de acordo com Björnsson37.5
Flesch-Reading-Ease Índice28.7
Flesch–Kincaid Grade-Level12
Gunning Fog Índice16.1
Coleman–Liau Índice10.7
SMOG Índice12
Índice de legibilidade automatizado7.5
Número de Caracteres4.620
Número de Letras3.598
Número de Sentenças52
Número de Palavras798
Média de Palavras por frase15,35
Palavras com mais de 6 letras177
percentagem de palavras longas22.2%
Número de Sílabas1.533
Média de Sílabas por palavra1,92
Palavras com três sílabas213
Percentagem de palavras com três sílabas26.7%

Fontes de imagens: © Andrea Danti / Shutterstock

Perguntas, comentários ou relatórios de experiência?

Os melhores contos de fadas

Direito autoral © 2023 - Todos os direitos reservados | Sobre nós | Proteção de dadosApoiado por childstories.org

Keine Internetverbindung


Sie sind nicht mit dem Internet verbunden. Bitte überprüfen Sie Ihre Netzwerkverbindung.


Versuchen Sie Folgendes:


  • 1. Prüfen Sie Ihr Netzwerkkabel, ihren Router oder Ihr Smartphone

  • 2. Aktivieren Sie ihre Mobile Daten -oder WLAN-Verbindung erneut

  • 3. Prüfen Sie das Signal an Ihrem Standort

  • 4. Führen Sie eine Netzwerkdiagnose durch